Pudim de Leite Condensado no Forno

Sem dúvida, o pudim é uma receita muito popular na cozinha brasileira. Porém, a melhor parte dessa receita deliciosa é ela ser extremamente fácil de fazer e também muito acessível. Isso se deve ao fato de que a sua receita possui uma quantidade mínima de ingredientes, tendo a praticidade de fazê-lo de forma prática através de um liquidificador. Qualquer pessoa consegue fazer um delicioso pudim sem despender um esforço alto, você não precisa ter conhecimentos técnicos aprimorados na cozinha. Para conseguir esse feito basta seguir todas as instruções dadas abaixo e você poderá fazer o seu delicioso pudim, seja ele para sua família, encontros com amigos ou para seu bel prazer.

Mas o que é o pudim?

O pudim é uma receita de sobremesa popular, cremosa e rica, feita com ovos e leite. É uma receita de sobremesa conhecida no Brasil e em países europeus, muito popularizado também nos Estados Unidos. Existem muitas variantes e sabores para esta receita, mas esta publicação dedica-se à versão básica e clássica da receita de pudim caseira.

Origem do pudim

A história do pudim é um tópico complicado. Por quê? Embora haja tempo, muitos tipos diferentes de alimentos sejam conhecidos por esse nome. A sobremesa cremosa e rica em pudim que nós pensamos hoje está mais intimamente relacionada ao creme. A história do creme também é antiga. Essa comida seguiu um caminho separado, embora paralelo, que conseguiu convergir com o pudim na América do século XIX. Os historiadores da comida geralmente concordam que os primeiros pudins feitos por cozinheiros antigos produziam alimentos semelhantes às salsichas. Os britânicos reivindicam o pudim como parte de sua herança culinária. Pudins medievais ainda eram principalmente à base de carne. Os pudins ingleses do século XVII eram salgados (à base de carne) ou doces (farinha, nozes e açúcar) e eram tipicamente cozidos. O “mingau de ervilha” era provavelmente um simples pudim cozido de farinha de ervilha. Na segunda metade do século XVIII, os pudins ingleses tradicionais não incluíam mais carne. Pudins do século 19 ainda eram cozidos, mas o produto final era mais como bolo. Estes pudins ainda são tradicionalmente servidos na época do Natal pora. Pudim de ameixa (conhecido por nós como manjar) é um excelente exemplo. Os cozinheiros romanos antigos reconheciam as propriedades de ligação dos ovos em receitas com outros alimentos. Eles eram especialistas na criação de vários pratos à base de ovos, principalmente omeletes. Esses alimentos eram salgados (feitos com queijo, carne, pimenta etc.) ou doces (aromatizados com mel, nozes, canela etc.). Os historiadores da comida geralmente concordam que o creme, a substância doce quase semelhante a pudim que comemos hoje, data da Idade Média. Naquela época, o pudim era comido sozinho ou usado como recheio de tortas, tortas, bolos, etc. Flan é provavelmente a sobremesa de creme mais famosa e amplamente adaptada do mundo. É importante notar que o pudim não era exclusivo da Europa. Receitas semelhantes floresceram na Ásia. A praticidade do pudim A receita de creme de caramelo ou pudim de caramelo é extremamente simples e é feita com ingredientes muito básicos. Basicamente, o açúcar é caramelizado a grosso e usado como base e adicionado primeiro ao molde ou tabuleiro pra pudim. Para isso, ele é assado e resfriado até obter a forma deliciosa que amamos. Pode demorar algumas horas para ser servido. Para servir, é virado de cabeça para baixo com caramelo na parte superior.

Ingredientes pro pudim

  • Três unidades de ovos
  • Uma lata de leite condensado
  • Duas latas cheias de leite — usar a lata do leite condensado para medir

Ingredientes pra calda do pudim

  • Uma xícara de açúcar
  • Meia xícara de água

Modo de preparo

A primeira coisa que você deve fazer é separar todos os ingredientes previamente para ter facilidade no processo. Feito isto, você precisará de um liquidificador para o pudim e uma panela para a calda. Primeiro você começará com a calda, colocando todo o açúcar dentro da panela. Coloque no fogo baixo e mexa no açúcar até ela derreter e ficar com a cor caramelizada. Quando estiver dourado, jogue a água e deixe ferver para ela aderir à calda de açúcar. Quando ela estiver pronta, jogue-a no fundo da forma do pudim, tendo a certeza de que cobriu todo o fundo.

Modo de preparo do pudim

Você precisará pegar o liquidificador e colocar todos os ingredientes dentro dele. Feito isso, liga o liquidificador em velocidade média e bata até que todos os ingredientes incorporem. Quando a mistura estiver pronta, basta apenas despejá-la na forma já caramelizada. Depois disso, você precisará cobrir com papel alumínio e levar ao forno em temperatura média por aproximadamente uma hora e meia. É essencial que o seu pudim seja assado em banho Maria. Quando estiver pronto, retire do forno e deixe esfriar. Depois disso, leve a sobremesa à geladeira por cerca de sete horas. Exatamente por isso aconselhamos que o pudim seja feito no dia anterior. Ele irá desenformar melhor gelado!